Musica visiva, por Fabio Strinati

28/02/2018 / postado por André Balbo

Nota dos editores:

Essa é a primeira colaboração internacional não-lusófona para a Lavoura. Com esse tipo de intercâmbio, esperamos encorajar a abertura de caminhos entre os artistas de diferentes culturas, a fim de preservar e fortalecer nosso patrimônio histórico-cultural.


Título do projeto: Musica visiva

 

Musica visiva è quel suono che si rincorre fra una parola e l’altra in un chiaroscuro di ombre rapide e lucenti. Musica che nasce dall’istinto, da un Dentro dove solamente un’anima sintonizzata con il Fuori può cesellare lettere di un’armonia tanto melodiosa quanto frastagliata e dissonante. Uno spazio contenuto dentro ad uno spazio più grande, o più piccolo: musicia visiva corre veloce e sfugge alla vita nonostante la vita sia madre naturale ed artefice poetica dell’immortalità del dire.

(Fabio Strinati)

Música visual é aquele som que se persegue entre uma palavra e a outra em um chiaroscuro de sombras rápidas e reluzentes. Música que nasce do instinto, de um Interior onde somente uma alma sintonizada com o Exterior pode cinzelar letras de uma harmonia tão melodiosa quanto recortada e dissonante. Um espaço contido num espaço maior, ou menor: música visual se difunde veloz e escapa da vida, não obstante a vida seja mãe natural e artífice poética da imortalidade do dizer.

(Tradução de André Balbo)

 

__

Fabio Strinati (San Severino Marche, Itália, 1983) é poeta, pianista e compositor. Foi publicado em diversas revistas e antologias literárias (Il Segnale, Silarus, Odissea, Carmilla on line, Foglio Letterario). Integrou o volume Ti sogno, Terra (Quaderni del Consiglio Regionale delle Marche, 2017, Org. Margherita Laura Volante). É diretor da coleção de poesia do Foglio Letterario e curador do selo Retroscena da mesma revista.

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *