Fernando Haddad: “Sou fascinado pelos contos de Borges”

Na 2ª edição da Lavoura, publicada em outubro de 2017, inauguramos a seção “Biblioteca de Babel”, na qual personalidades do meio artístico, acadêmico e intelectual compartilham algumas notas sobre as obras literárias fundamentais para a construção de seu pensamento crítico e trajetória profissional. Hoje, dia 24 de agosto de 2018, completam-se 119 anos do nascimento de…

By André Balbo agosto 23, 2018 0

Quatro Poemas de Diana Junkes

Poema Antinatural feche os olhos de sua mãe ordenou a enfermeira complacente e sarcástica olhei então para seus olhos abertos ao nada a boca aberta a morte deslizei a mão esquerda das sobrancelhas aos malares salientes como os meus   até aquele momento eu não havia entendido ela agonizava eu não havia entendido a despeito…

By Arthur Lungov agosto 12, 2018 0

Molusco Concha

O poema “O Caramujo” de Ruy Proença do livro Como um dia come o outro 1 faz referência ao animal que tendo uma parte de seu corpo mole e outra parte dura, a concha, pode se proteger e se esconder em si mesmo. Uma dádiva aos seres frágeis e que se auto-preservam. Um obstáculo aos seres…

By Arthur Lungov julho 16, 2018 0

Entrevista com Bernardo Ajzenberg

Bernardo Ajzenberg, autor de Gostar de Ostras (Rocco, 2017), conversou com a crítica Andressa Barichello sobre o livro, a relações da obra com seu olhar do cotidiano e planos para o futuro. LEIA TAMBÉM resenha de Gostar de Ostras, por Andressa Barichello Lavoura: Gostar de Ostras tem uma linguagem simples capaz de conduzir o leitor a…

By Lucas Verzola junho 21, 2018 0

O vizinho, a velhice, o viver

Gostar de Ostras (Rocco, 2017), novo romance do escritor, jornalista e tradutor Bernardo Ajzenberg alcança de forma despretensiosa o feito de lembrar o quanto as dificuldades da convivência em sociedade são pequenas diante da importância do outro na construção de nossas próprias identidades. LEIA TAMBÉM entrevista com Bernardo Ajzenberg, por Andressa Barichello Jorge, um jovem…

By Lucas Verzola junho 21, 2018 1

Quatro Poemas de Luís Perdiz

Fera o amor é delírio com seus sopros sedentos de esporos na mata esparsa onde nossa derme se reveste na seiva do sexo celeste na vala voraz do entreaberto na galáxia rasgada de seus versos – Prece deus me proteja do som e da esgrima carnívora do dia escalavrada fremente bárbara que avança atônita e…

By Arthur Lungov junho 19, 2018 0

Dois poemas de Tággidi Ribeiro

III Era então essa a espera Estava eu prenhe A solidão emprenha   O útero seco do útero seco brota Um festival seco do útero seco Brota mármore seco brota mentira seca Brotam ressequidos aguilhões Dentes rifles delírios secos secos Os círculos secos do Inferno Brotam do mesmo útero seco renascido Do útero seco  …

By Arthur Lungov junho 3, 2018 16

Um nome basta para dizer quem somos?

No romance Karen, a escritora portuguesa Ana Teresa Pereira constrói e desconstrói posições e papéis por meio de uma trama fluída, que alcança temas difíceis como a formação e a conservação da identidade. Na construção da nossa identidade não podemos prescindir do olhar do outro, ao mesmo tempo em que precisamos nos afastar desse olhar…

By Lucas Verzola Maio 28, 2018 0