Seis poemas de Carla Diacov

Seis poemas de Carla Diacov

março 21, 2019 0 By revistalavoura

Coração #01

O coração da menina

Que rouba chiclete o coração da

Senhora que perde o gato o

Coração do gato e o do anfíbio na boca do gato

Especialmente o coração da

Menina que rouba chiclete

O coração da menina a

Invenção da bicicleta


Coração #02

O coração tatuado na coxa

Do braço direito

Do guia só

Aparece quando ele enxuga

A nuca

É um coração dependente da

Da termodinâmica do museu dos mimeógrafos


Coração #03

Um jarro com

Margaridas no leite

É o que quero

O que quero é o coração cheio

De leite

Para que as margaridas das coisas que quero


Coração #04

Tia Olga falava da planta

Explicava que o coração dessa planta

A planta morria e o

Coração

Era replantado

 

Tia Olga dizia

Mexer

Com terra

Alonga os dedos sobre o coração


Coração #05

Na escola a gente

Aprende que

O

Coração humano é dividido em quatro

Cavidades

 

Depois da escola ninguém

Fala sobre cavidades


Coração #06

Brevíssimo

Um coração de coruja

Salvo dentro da palavra desordem

_

Carla Diacov, São Bernardo do Campo, 1975. Amanhã Alguém Morre no Samba (Douda Correria, 2015/Edições Macondo, 2018), A metáfora mais Gentil do Mundo Gentil (Macondo Edições, 2016), Ninguém Vai Poder Dizer Que Eu Não Disse (Douda Correria, 2016), bater bater no yuri (Enfermaria 6, 2017), A Menstruação de Valter Hugo Mãe (editado pelo escritor português, no projeto não comercial Casa Mãe, 2017), A Munição Compro Depois (Cozinha Experimental, 2018).