Dois Poemas de Jorge Pereira

09/09/2018 / postado por Arthur Lungov

Tisanas I As cores das palavras que pronuncias confundem-me. Nem eu nem tu somos capazes de compreendê-las todas. Por isso, […]