Dois Poemas de Jorge Pereira

09/09/2018 / postado por Arthur Lungov

Tisanas I As cores das palavras que pronuncias confundem-me. Nem eu nem tu somos capazes de compreendê-las todas. Por isso, […]

Quatro Poemas de Jeanne Callegari

05/09/2018 / postado por Arthur Lungov

Alicate sobre o que se pode cortar. pele que se derretida em brancos e azuis, que coisa é o vermelho, […]

Seis Poemas de Julio Cortázar Traduzidos por Cesare Rodrigues

26/08/2018 / postado por Arthur Lungov

O escritor argentino Julio Cortázar nasceu, por acaso, em Bruxelas, na Bélgica, em 1914, e foi professor pelo interior da […]

Três Poemas de Diogo Luiz Yamanishi

23/08/2018 / postado por Arthur Lungov

Contradiga aponte e me diga: isto é o que não é – atordoe-me   não me deixe   não me […]

Quatro Poemas de Diana Junkes

12/08/2018 / postado por Arthur Lungov

Poema Antinatural feche os olhos de sua mãe ordenou a enfermeira complacente e sarcástica olhei então para seus olhos abertos […]

Molusco Concha

16/07/2018 / postado por Arthur Lungov

O poema “O Caramujo” de Ruy Proença do livro Como um dia come o outro 1 faz referência ao animal que […]

Quatro Poemas de Luís Perdiz

19/06/2018 / postado por Arthur Lungov

Fera o amor é delírio com seus sopros sedentos de esporos na mata esparsa onde nossa derme se reveste na […]

Dois poemas de Tággidi Ribeiro

03/06/2018 / postado por Arthur Lungov

III Era então essa a espera Estava eu prenhe A solidão emprenha   O útero seco do útero seco brota […]

Oito poemas de Matheus Guménin Barreto

23/05/2018 / postado por Arthur Lungov

O Que Vale Um Poema O que vale um poema menos que uma greve menos que o operário menos do […]

Dois poemas de Pedro Augusto Pinto

12/05/2018 / postado por Arthur Lungov

Paisagens I A rua amarga o sul da América domingo infindo, outubro enfim.   Em mim: o túmulo o que […]

Dois poemas de Laís de Aquino

19/02/2018 / postado por Lucas Verzola

Reiterações sobre um tema o vento no canavial as bandeirinhas de Volpi os leões que Hokusai desenhou todos os dias […]

Três poemas de Bruno Rosa

30/01/2018 / postado por Arthur Lungov

a caça capturar na palavra pássaro seu voo circunflexo na palavra dobradiça a pele do aço enferrujado na palavra água […]

Páginas12