máquina do mundo

20 posts

Em sua obra, Carlos Drummond de Andrade reformulou criticamente o legado poético da modernidade, explorando o desgaste que os projetos ideológicos e estéticos da tradição ocidental apresentavam, especialmente em culturas periféricas a essa tradição. Nossa seção de poesia recebeu o nome Máquina do Mundo em homenagem a um de seus poemas fundantes, que nos desafia a vislumbrar caminhos possíveis por entre as ruínas dos antigos sistemas.